5 erros comuns na hora de malhar

- 8 de maio de 2014

5 erros comuns na hora de malhar

Para que as atividades físicas auxiliem no bom funcionamento do organismo, é preciso alguns cuidados na hora de executá-las, como se alimentar antes do treino, tomar cuidado na postura durante os exercícios e adquirir um suplemento vitamínico como TRIATON na sua dieta; garantindo mais energia e disposição.

Alguns deslizes podem acabar prejudicando a saúde do corpo na hora do treino, que tal conhecer os erros comuns na hora de malhar para que possam ser evitados?

Montar o próprio treino

Esse é um erro muito comum entre aqueles que já praticam atividades físicas durante algum tempo. Por se sentirem mais seguros com o fato de já conhecerem os exercícios, decidem o que pode ser o mais adequado as suas necessidades. Pessoas que tomam essa atitude estão completamente enganadas, pois acabam por praticar apenas os exercícios que gostam ou os que deram resultados por apenas um dia.

O problema é que com o tempo, a necessidade do corpo vai se alterando e os exercícios que antes davam resultados, podem não ser mais adequados. É necessário que o treino seja sempre acompanhado por um profissional especializado que poderá atender as demandas do corpo de cada um.

esquecer o alongamento

Esquecer o alongamento

Muitos não têm tempo ou paciência para fazer o alongamento antes de começar o treino, outros preferem não se alongar por não gostar dos movimentos feitos. Mas a verdade é que ele é essencial para que problemas mais graves não aconteçam durante o exercício físico.

No alongamento, o foco é a flexibilidade – necessária até na execução de tarefas simples do dia-a-dia. Por ser de grande importância na nossa rotina, a flexibilidade vai se perdendo ao longo dos anos, e para que isso não aconteça, é preciso exercitá-la, evitando assim males como a instabilidade muscular.

beber pouca agua

Beber pouca água

Ao realizar exercícios físicos, o corpo perde grande quantidade de água e sais minerais por meio do suor. Se o treino for realizado em locais quentes e úmidos, essa perda chega a ser ainda maior. Quando não nos hidratamos de maneira adequada, nosso corpo entra em estado de desidratação, podendo causar a diminuição do volume sanguíneo, sobrecarga nos rins, estresse térmico e até taquicardia.

No entanto, para evitar que seu corpo não se mantenha hidratado, basta andar sempre acompanhado de uma squeeze com água durante os exercícios. Além de hidratar o seu corpo e refrescar, a água não aumenta nenhuma caloria!

respirar errado

Respirar errado

Sabe aquela dorzinha aguda na lateral do abdômen que a gente sente algumas vezes em que se está caminhando na esteira ou realizando algum exercício mais pesado? Ela aparece quando nossa respiração se dá de maneira incorreta. Quando respiramos de forma curta e acelerada, o músculo do diafragma se obriga a contrair e relaxar em intervalos muito pequenos, o que acaba gerando a tal dor e também alguns espasmos.

Para evitar problemas como esses, é preciso prestar atenção: se o seu peito infla antes do abdômen ao respirar, é porque algo está errado! Comece a se policiar e tente inspirar e expirar de maneira mais lenta.

não alternar o treino

Não alternar o treino

Para que um treino seja eficiente, ele precisa representar um desafio para o corpo. Quando uma atividade passa a ser repetida continuamente, ela deixa de trazer resultados, pois o corpo se acostuma ao estímulo e mesmo que a carga aumente o resultado não se torna satisfatório. O ideal mesmo é variar o treino, de acordo com as especificações passadas pelo instrutor. As variações devem acontecer a cada quinze dias ou dentro de um mês, no máximo.

Procure tomar cuidado na hora de praticar os exercícios de maneira correta e assim ficar poder ficar com tudo em cima!

TAGS
TwitterFacebook