Páscoa é sinônimo de renascimento… E chocolaaaates!

- 23 de março de 2016

páscoa

 

Gente, está chegando uma das datas mais difíceis para quem ama chocolates, mas que vive nas dietas: Páscoa! Propaganda por todos os lados com os doces mais chamativos, os ovos mais enfeitados… E a gente fica naquela: se deliciar, ou manter o foco.

Para não ser radical demais e poder viver a data sem escapulir nas medidas, uma sugestão dada por especialistas é trocar o chocolate ao leite pelo amargo. Por quê?

O chocolate amargo possui menos gorduras saturadas e ainda é fonte de catequinas = substâncias que ajudam a sequestrar o LDL e impedir a sua oxidação. Ele é feito com grãos de cacau torrados, baixa quantidade de açúcar e sem leite. Bacana, não é? Já os outros chocolates (branco e ao leite) contam com mais açúcar do que cacau, por isso são ~perigosos~ para quem gosta de se manter em dia com a saúde, com balança e com as roupas.

Os tipos mais comum são os de 60 e 70% + cacau, mas já se encontra com até 99%. FIQUE ATENTA AOS RÓTULOS: só é considerado “amargo de verdade” os que tiverem mais de 60% de cacau.

Com essa dica, desejamos uma excelente Páscoa! Aproveite com a família e com os amigos, isso faz bem à mente e à alma – o que já é motivo de sobra pra deixar você com tudo em cima! 😉

TwitterFacebook